O turismo é ainda uma escapatória para a ascensão da economia?

Há alternativas para que a economia latina americana cresça de uma forma positiva nos próximos anos? Eis a questão!

Não é segredo a ninguém que a crise econômica afetou boa parte da América Latina, principalmente o Brasil. Contudo, como está o cenário do turismo diante desta avalanche de acontecimentos que envolvem o lado financeiro do país?

img-20160926-wa0030

Chile | Fátima Martini

No início de novembro e divulgado pela página oficial do Ministério de Turismo, o ministro Marx Beltrão se reuniu, em Londres, com o presidente David Scowsill, da Consutoria Mundial de Turismo e Viagem para tratar a ocasião de o Brasil realizar, no segundo semestre de 2017, um encontro internacional com dirigentes de turismo das Américas, com o intuito de levantar debates fundamentais sobre o turismo no mundo.

Muito mais que lazer, para Beltrão, levantar essas questões de desenvolvimento econômico de países latino americanos é uma forma de olhar com outros olhos e discutir as possibilidades de parcerias com países vizinhos quando o assunto é o turismo. É necessário que os países caminhem juntos.

Segundo a Associação Internacional de Congressos e Convenções, nenhum país da América Latina está no ranking entre os dez que mais realizaram eventos, fato que preocupa o ministro.

A crise e suas oscilações no setor do turismo

Para a turismóloga Brenda Cabral, 24, a melhor forma de driblar a crise econômica é fazer análises com frequência para saber a atuação situação da agência: “Mas além dos momentos de crise, é primordial que a agência faça um estudo ou até uma pesquisa de mercado. Além de manter o contato com o cliente e fazer preços justos também.”

Com experiência na Agência Easygoing Brazil, localizada em São Paulo, Brenda avalia que desde a crise financeira de 2014, a agência teve uma redução brusca de funcionários. Com esse fator, a procura de viagens internacionais também diminuíram muito. “Tanto no turismo interno (nacional) quanto no externo (internacional), muitas agências sofreram com os impactos negativos da crise.”, relata Cabral.

img-20160926-wa0033

Chile | Fatíma Martini

Questionada sobre um possível balanço comercial sobre a estrutura financeira da agência, a turismóloga disse que pela Easygoing Brazil ser de porte pequeno e ter como público alvo os estrangeiros, a agência não realiza nenhum balanço para contabilizar os danos causados pela crise: “Porém, a crise se tornou assunto internacional e também atingiu de forma obscura a procura dos estrangeiros – contando principalmente os da América Latina – para viajarem no Brasil.”

O Brasil e suas consequências econômicas no país afora

Em entrevista exclusiva `à Visão AL22, o mestre em Geografia Humana pela USP (Universidade de São Paulo), Júlio Cesar Ferreira, 33, cita que pelas principais consequências da crise, a América Latina é uma região do mundo extremamente susceptível a choques externos em função de sua dependência em relação ao mercado exterior.

“Quando as crises afetam a América Latina ocorre uma brutal redução de ingresso de capital estrangeiro nos países constituintes da região, o que provoca desinvestimento, desemprego e queda na arrecadação de recursos pelo Estado.”, explica o geógrafo.

Ferreira também continua, citando que os governos latino-americanos se veem forçados a aderir a agendas que incluem cortes em investimentos públicos no setor social e em infraestruturas, aumentando a já elevada desigualdade socioespacial em cada país.

Para o geógrafo, a crise do Brasil econômica interferiu a situação de outros países, sim, pois o Brasil é o maior exportador e importador da América Latina (ao lado do México) e qualquer impacto na economia brasileira significa perda para os países que mantêm uma relação estreita com nosso país, como os da América do Sul. “O nosso país possuía uma agenda de investimentos em infraestrutura na América do Sul por meio de construtoras e bancos públicos brasileiros.”, finaliza Júlio.

26 lugares de tirar o fôlego para visitar na América Latina

Ellen Visitário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s